terça-feira, 3 de setembro de 2013

HORA EST

Se não compartilharmos com essa mulher da essência da sua angústia cósmica de alma, sob os LIMITES que O PLANETA está experimentando, seremos tão somente, e nada menos, que uma bucha desse canhão químico, nuclear, econômico e moral da ignorância, manipulação e mentira que AGORA estilhaça em todas as direções. 

E, dentro da nossa panela de rãs-zumbís, em banho-maria, veremos que o fogo, até agora mantido relativamente fraco de modo a nos dar a falso conforto de uma lagoa tropical entra repentinamente em ebulição pegando-nos desprevenidos nas baladas da vida e preparando o definitivo guisado a ser servido no banquete eônico em homenagem à nossa falência cósmica e existencial.

Um comentário:

Circe Vidigal disse...

Esse discurso aí, desesperado, sincero e verdadeiro, é o que venho fazendo para meus filhos, que moram nessa terra indecente. Mas acho que eles também estão surdos. Têm uma casa, um bom emprego, estão bem alimentados... foda-se o resto !
Não parecem meus filhos. As vezes me envergonho deles; de seu sucesso, de suas confortáveis vidas, enfim, tudo o que essa mulher disse, - EU JÁ DISSE TAMBÉM ! Não há mais nada a fazer, só esperar que eles também TELEFONEM pra seus representantes, pois votaram como cidadãos que já são