quarta-feira, 11 de novembro de 2015




Estamos em pleno apocalipse. A massa humana só reage cega, caótica e inconscientemente, mas os dirigentes os condutores do processo sabem muito bem, há muito, o que pretendem e a época (que é a atual) de empreende-lo.

Há leis e forças muito superiores às nossas que estão conduzindo esse plano e já o colocaram revelado por escrito há muito tempo. Revelaram-no explicitamente, sem maiores cuidados, porque sabem que só alguns dos seus sacerdotes as entenderão e as conduziram com "sabedoria superior"; o resto vai se portar como eles sabem que vai se portar isso é como “cegos” manipulados.

Sendo assim o que estou tentando mostrar aqui vai interessar, muito além de uma curiosidade efêmera, se tanto, a muito poucos, mas isso não quer dizer, no entanto, que não vá afetar a todos principalmente a essa maioria de "fantoches dos eons" os goyn de todo o mundo.

A autoridade com que esse rabino se pronunciou agora em setembro de 2015 em Jerusalém é poderosa e suportada por um ser maior, Authades e seus eons e depois por esses sacerdotes e por fim pelas forças de guerra, informação e dominação do mundo de seu próprio grupo ou sob a sua dominação ao seu serviço.

O Rabino traz nessa declaração (legendada em inglês) as suas premissas, seu fundamentos, e a partir delas surgem logicamente as justificativas e por fim os atos que estão sendo aplicados.

Eles são eficientes porque são COERENTES com os seus fundamentos.
E assim restam na terra toda nós, os “outros” os “não seguidores das 7 leis” como explica o Rabino, os  Goym, para os quais, como diz o sacerdote da palestra, Authades (isso é como o chama os gnósticos) outorgou o direito “007” isso é a permissão para matar, para extinguir ou escravizar.
  
Mas nesta conflagração apocalíptica não existe só um lado, só esses fundamentos. Hoje completamente desvirtuado e esquecido mas no entanto com premissas muito mais abrangentes e fundamentais e portanto mais potentes que aqueles, existem os fundamentos da Gnósis Cristã já revelada desde há 2000anos e reiterada por escrito  com a descoberta dos Evangelhos gnósticos em Nag Hammadi no Egito. O que precisam agora surgir são sacerdotes portadores e irradiadores desses fundamentos, “Sacerdotes da  ordem de Melquisedeque” tão preparados e tão dedicados como esse sacerdote de Authades só que com outras premissas, fundamentos,  projetos, ações e “armas” muito diferentes e muito mais poderosas que os deles.
Chegou a Hora. 

Eis o pronunciamento do atual chefe do Sinédrio ("Après" Nicodemos)



  
Paulo Azambuja